carne parede

Como tapar furos na parede da churrascaria

Você resolveu retirar alguma decoração e agora a parede está cheia de furos. Antes de pensar em outro objeto para tampar o buraco, respire fundo porque nem tudo está perdido. Pegue gesso em pó, um alicate de bico fino, uma vasília e duas espátulas (uma celulóide e uma de metal) e fique atento: trabalhar com gesso requer agilidade, ele seca rápido. A dica é usar o alicate de bico fino para garantir que o buraco esteja vazio, e com o gesso bem misturado em água, passar o produto na parede com a espátula celulóide, sempre tirando os excessos. Entenda melhor assistindo o vídeo:

Ter um jardim ou uma horta

Ter um jardim ou uma horta dentro de casa pode parecer, para muitas pessoas, uma coisa impossível. Talvez pela falta de espaço, tempo ou por pensar que o custo para a construção pode ser muito alto. Entretanto, ter um jardim indoor não significa só melhorar sua qualidade de vida. Jardinagem também significa sofisticação e arte.

steak parede

Se não há espaço na sua casa para acomodar todas as plantas juntas, a solução vai ser distribuí-las em vasos. Fazendo isso, não haverá mais limite de espaço e você terá apenas que respeitar as entradas de luz, pois nenhuma planta pode ficar à sombra o tempo todo. Analise essas entradas de luz para espalhar os vasos de acordo com seu gosto.

As melhores opções de vaso são aqueles de plástico, pois, além de custarem muito pouco, não eliminam resíduos. Algum bico de diarista pode ajudá-lo. Antes de comprá-los, veja se eles têm furos na parte de baixo para drenagem de água. Para montar as camadas, use saquinhos de chá usados para facilitar a drenagem e depois encha o vaso com terra adubada ou misturada ao composto orgânico, deixando sempre uma folga de cerca de 10cm entre ela e o topo do vaso, isso vai te ajudar a evitar a sujeira na hora da manutenção.

Feito isso, é preciso fazer uma pesquisa para saber quais plantas devem ocupar os vasos. Existem vários vegetais que só crescem em vasos, enquanto outros precisam de canteiros. Há ainda as que podem querer competir com as outras, por serem do mesmo tamanho. Por isso, analise sempre se o vaso tem o tamanho adequado para receber suas plantas, caso contrário, elas não vão se desenvolver adequadamente. Se for num canteiro, por exemplo, tente intercalar plantas altas com vegetais menores.

Outra opção para não ficar sem produzir dentro de casa está nos chamados jardins verticais. Apesar de serem construídos na parede, eles precisam das mesmas coisas que os jardins de solo: boa terra, nutrientes, água e luz. A vantagem, entretanto, é que você pode ocupar um espaço vazio em qualquer parede para fazer sua plantação. Com pouco mais de R$ 300 reais em investimento, é possível desenvolver vários tipos de plantas, hortaliças e temperos, como samambaias, orégano, hortelã, salsinha, entre outros.

Nessa modalidade, sua atenção deve ser a mesma que os jardins tradicionais. Por isso, verifique os melhores pontos de luz da sua casa antes de começar a construção. Lembre-se também que o sistema de drenagem deve ser bem feito para permitir o desenvolvimento de suas plantas. Feito tudo isso, aproveite seus vegetais frescos e o ar puro!

A carne mais procurada nas churrascarias do Brasil

Uma das carnes mais procuradas nas churrascarias do Brasil, sem dúvida, é a costela. Sua textura e seu sabor permitem a presença da carne em diversos tipos de pratos, desde os mais refinados até o típico churrasco. Como toda carne, a costela também tem seus caprichos e é preciso tomar alguns cuidados para preservar sua suculência.

churrascarias brasil

Uma das primeiras dicas na hora de comprar a carne é: quanto mais gorda, melhor. Para se ter uma noção, depois de assada por algumas horas, a costela pode perder até 30% do seu peso. Evite comprar em supermercados já que, por conta da necessidade de manter estoque, eles armazenam a carne por muito tempo.

No dia do churrasco, o ideal é tirar a carne algumas horas antes da chegada dos convidados. Sete horas é suficiente. Tempere com sal grosso e nada mais, isso basta. Prepare o fogo e, depois que a brasa estiver pronta, enrole a costela em papel alumínio ou em celofane. Calcule cerca de 20 centímetros entre o carvão e a grelha e coloque a costela com os ossos virados para baixo. Aguarde algumas horas e bom apetite!

Para não restar dúvidas, assista ao vídeo e prepare a melhor costela que seus amigos já provaram!

Como preparar uma carne suculenta

Há um processo todo especial para se preparar uma carne suculenta, que se inicia com o corte primoroso que deve ser feito ainda no açougue. Há de se ter o cuidado de deixar a carne limpa, livre de nervos, mas com a gordura necessária para garantir sua maciez.

Os diversos tipos de carne nos oferecem muitas possibilidades no mundo da gastronomia. Há diversas maneiras de se preparar uma carne: assada, grelhada, empanada, cozida e até mesmo crua. Assim, podemos deixar a nossa imaginação correr solta e criar receitas saborosas e nutritivas.

O certo é qu, devemos temperar a carne de acordo com a forma que iremos prepará-la, como podemos ver nesse vídeo do chef Juan Funes, em que ele diz que se a carne for cozida, ela deve ser marinada, ou seja, deve ser deixada descansando no tempero, para que adquira bastante sabor, mas, se for assada, ela deverá ser temperada apenas com sal pouco tempo antes de ir para a grelha ou churrasqueira, isso para que não fique desidratada.

Outro fator que influencia muito o sabor da carne é o seu ponto de cozimento. Isso depende do paladar de cada pessoa, mas é inegável que quanto mais suculenta a carne estiver, mais saborosa ela será.

Há cinco pontos da carne: selada, mal passada, ao ponto para mal, ao ponto e bem passada. No vídeo já citado, o chef nos dá uma dica valiosa para encontrarmos o ponto desejado usando os dedos das mãos. Vale a pena conferir.

https://www.youtube.com/watch?v=5YcAunkMjlg